Notícias

Atendimento da equipe multiprofissional do Modelo de Atenção as Condições Crônicas (MACC) no projeto Rede Mãe Paranaense

20/09/16 - 14:49:02 (Administrador)
Alterado em: 31/12/69 às 18:00:00 por

A Rede Mãe Paranaense é um programa que tem por objetivo o atendimento integral (clínico, social, psicológico, nutricional, etc.) às gestantes e as crianças de até um ano de idade.  Desde 2011 a Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Paraná (SESA), tem estabelecido os alicerces para que este programa alcance todas as regiões do Paraná. Como são diversos os fatores que contribuem para as complicações no período gestacional e da mortalidade infantil, verificou-se a necessidade de estabelecer na Rede Mãe Paranaense a estratificação de risco da gestante e da criança como elemento orientador para organização da atenção em seus três níveis: Atenção Primária, Secundária e Terciária. A partir desta concepção, foram estabelecidos três graus de risco para a gestante e/ou para a criança em:

  • Baixo Risco
    • Gestantes que não apresentam fatores de risco individual, sociodemográficos, de história reprodutiva anterior, de doença ou agravo.
  • Risco Intermediário
    • Gestantes que apresentam fatores de riscos relacionados às características individuais (raça, etnia e idade), sociodemográficas (escolaridade) e de história reprodutiva anterior.
  • Alto Risco
    • A existência de Hipertensão Arterial, uso de drogas licitas e ilícitas, Cardiopatias, Pneumopatias, Nefropatias, Endocrinopatias (Diabetes e Tireoideopatias), Hemopatias, Epilepsia, Doenças infecciosas, Doenças autoimunes, Ginecopatias, Neoplasias, Obesidade mórbida, Cirurgia bariátrica, Psicose e Depressão grave.

Fonte: Linha Guia Rede Mãe Paranaense. SESA. 2013.

Na região atendida pela 20° Regional de Saúde (18 municípios do Oeste do Paraná), os atendimentos a gestantes e a crianças de Risco Intermediário e Alto Risco é realizado também no Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná – CISCOPAR, que mantêm uma equipe multiprofissional composta por Assistente Social, Assistente administrativo, Enfermeiro, Médicos Especialistas (Endocrinologista, Cardiologista, Gineco-Obstetra e Pediatra), Nutricionista, Psicólogo e Técnico de Enfermagem.

Até a primeira quinzena de agosto de 2016, já foram realizados 1.334 atendimentos a gestantes e 342 a crianças, todos de Alto Risco ou Risco Intermediário. Os atendimentos são realizados com o intuito de proporcionar uma gestação e parto seguro e bebe saudável. Neste novo modelo de atenção são realizadas atividades relacionadas às necessidades individuais das gestantes verificadas no decorrer do processo de atendimento pela equipe multiprofissional.

A gestação é um evento fisiológico na vida da mulher, caracterizado por intensas transformações e cada mulher lida com essas mudanças de um modo muito particular. Entretanto, essas transformações, que geram mudanças físicas e emocionais, demandam um acompanhamento contínuo por parte dos profissionais de saúde e envolvem, também, o apoio dos familiares (REZENDE e SOUZA, 2012). Dessa forma, os profissionais que atuam na Rede Mãe Paranaense – CISCOPAR realizam os atendimentos com o objetivo de contribuir para a qualidade de vida integral dessas mulheres nesse momento da gestação. Busca-se realizar um atendimento humanizado, estabelecer vínculo com cada paciente, respeitando suas particularidades e sua historia de vida. Os profissionais procuram conhecer a realidade de cada gestante para que seja possível planejar e proporcionar atendimento com qualidade e de maneira holística.

Os excelentes resultados são as provas irrefutáveis de que estamos no caminho certo. Devemos, doravante, ampliar nossos esforços na ampliação do acesso, no fortalecimento da prevenção e na redução de agravos.